07) Balança


. Nesta página .

– Simbiose sobre o 7º signo do zodíaco 
– O mesmo arquétipo descrito em prosa
– Simbiose de transição de Balança para Escorpião

Este poema — que pode guardar e oferecer — na voz de uma amiga de Balança

Versão em prosa

Eu sou o Diplomata Cortês.
De onde estou colocado na Roda da Vida, conto cinco passos para atingir Peixes, o lugar do fim aparente. É o oceano sem barreiras, onde, segundo dizem, a vida teve o seu início. É o lugar onde tudo se dissolve para que o ciclo recomece. Com a ajuda da minha colaboradora, Vénus, sou eu quem introduz o Romance e o Amor. E a Beleza, associada a todas as artes.   

Mas, recebendo a colaboração de Saturno, também julgo e imponho a ordem, a fim de implementar o equilíbrio. É o que acontece, por exemplo, na duração do dia e da noite na data em que começa o Outono e os seres humanos passam a nascer sob os meus auspícios.

O sol vai brilhando durante o dia. Mas, quando chega a hora do crepúsculo, toca no horizonte e afunda-se. “Escondendo-se”, vai iluminar quem vive noutras paragens. Esta simbologia, indica que ninguém está sozinho. Presidindo ao tópico do relacionamento, indica que, a partir do oitavo passo da Roda da Vida – Escorpião – a individualidade solar deve “esconder-se”, para que haja paz e concórdia.
Eu sou O sétimo que julga e acasala.

Simbiose de transição de Balança para Escorpião

Pode guardar ( e oferecer ) este ficheiro

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.