A fertilidade da Vida

Uma Simbiose parte sempre de um mote. Partes das palavras desse mote são usadas para gerar outra palavra, que inicia uma das linhas do poema. O vídeo abaixo apresenta esse movimento das letras e, também, a minha leitura desta Simbiose… que podes guardar e oferecer.

Pergunta (de um leitor imaginário) sobre este poema

Quem são os “infames Plantadores da Carência’?

São os Vampiros da Finança, maquiavelicamente inteligentes, que, através de astuciosas engenharias financeiras, atiram a maioria da população mundial para situações insustentáveis – as referidas “misérias provocadas”. Como é possível coisa tão desbragada? A chave está no último verso do poema: “A vida é assim porque nos falta consciência”. Este é o resultado.