A pureza da Criança

No vídeo abaixo podes ver-me a dizer o poema, apreciar o movimento das letras do mote para formar novas palavras e ler a “simbiose” com calma. Aqui, o som da leitura, para guardar ou oferecer.

 

Pergunta (de um leitor imaginário) sobre este poema

O que é que “resto” que recheia a tua vida?

O que me impede de ser uma extensão da pureza da Criança Arquetípica é, por exemplo, a atmosfera vibracionalmente densa em que vivemos e que, por vezes, me incomoda. Ora, “Ansioso estando (…) a Clareza chega-me travestida”. Contudo, já percebi isto