Cântico das belas bruxas sadias

Um poema/simbiose parte sempre de um mote.
Partes das palavras desse mote são usadas para gerar a primeira palavra de cada uma das linhas do poema. O vídeo, com a leitura do poema, apresenta esse movimento das letras.

Pergunta (de uma leitora imaginária) sobre este poema
Porque é que tu vês as bruxas desta forma?

Porque, se não me engano, é a forma correta.
Nem todas as bruxas são como a da “Branca de Neve e os Sete Anões” e outros filmes que apresentam esta figura com nariz adunco e coração cheio de más intenções. 

A minha leitura deste poema/simbiose que podes guardar e oferecer

Retroceder   ↔   Sugestão de leitura complementar →