O arquétipo da energia masculina

Uma Simbiose parte sempre de um mote. Partes das palavras desse mote são usadas para gerar outra palavra, que inicia uma das linhas do poema. O vídeo abaixo apresenta esse movimento das letras e, também, a minha leitura desta Simbiose… que podes guardar e oferecer.

Perguntas (de um leitor imaginário) sobre este poema

1) Considerando o “arquétipo da energia masculina” como um modelo apreciável, porque é que o poema fala sobre o uma figura pouco recomendável?

Simplesmente porque o referido arquétipo está totalmente pervertido. 

2) Na tua visão, quem é o “Homem-Sombra” referido no poema?

Trata-se do modelo daquelas criaturas que têm vindo a forçar milhões a uma existência indigna, frequentemente miserável. É uma pena que muitos, apercebendo-se do mau ambiente, se limitem a tapar o nariz enquanto leem a biografia daqueles que, ao longo da história, tentaram alterar a situação. Quanto mais não seja denunciando. Aprofunda a ideia.