O Mensageiro do Amor

Uma Simbiose parte sempre de um mote. Partes das palavras desse mote são usadas para gerar outra palavra, que inicia uma das linhas do poema. O vídeo abaixo apresenta esse movimento das letras e, também, a minha leitura desta Simbiose… que podes guardar e oferecer.

Pergunta (de um leitor imaginário) sobre este poema

Não achas que é uma sorte teres um “Avatar” que te ajuda? A mim ninguém me liga nenhuma!

Eu não sei se é sorte. O que eu sei é que, há anos atrás, me revelou isto!