Peçam e …

.

Há muito tempo, houve Um que disse: “Peçam e ser-vos-á dado”.
Mais recentemente, houve Outro que disse. “Não peças, cocria“.
Sinal de que os tempos mudaram!

A minha leitura desta Simbiose
Podes guardar e/ou oferecer

Uma pergunta que talvez te apeteça fazer sobre esta Simbiose

Porque é que a pessoa que “pouco vê”, não sabe “o que deve ser respeitado”?

A pessoa “vê” pouco porque a sua consciência terrena não tem a capacidade de aceder às dimensões superiores. É como estar a espreitar pelo buraco de uma fechadura; só vê uma pequena parte do que podia ser visto. Logo, não tem percepção da complexidade do sistema. A pessoa até pode respeitar os códigos da vida na Terra, porque são os únicos que conhece, mas não pode considerar os códigos das outras dimensões. Todavia, são eles que têm uma função decisiva no “envio” do que foi pedido.

Ao longo dos tempos nunca foi perceptível que “o que é dado”, parte de um plano diferente daquele de onde parte “o que é pedido”. O “pedinte”, por não ter consciência de onde parte a resposta, esquece-se de que ela chega num “idioma” diferente daquele em que proferiu o o pedido. Por isso, corre o risco de não reconhecer a resposta. É que essa resposta porque nem sempre é uma dádiva que “cai do céu”; muito frequentemente é uma dica acerca do que tem de ser feito!