Sai do teu pedestal…

No vídeo abaixo podes ver-me a dizer o poema, apreciar o movimento das letras do mote para formar novas palavras e ler a “simbiose” com calma. Aqui, o som da leitura, para guardar ou oferecer. 


Pergunta (de uma leitora imaginária) sobre este poema

Porque é que não consegues disfarçar a tua aversão por certo tipo de pessoas?

Porque é desagradável viver num jardim infestado de ervas daninhas!
Aqui te deixo uma pequena ajuda.