Sai do teu pedestal e bebe o que está dentro do Graal

 

Versão desformatada para quem acha o formato ‘simbiose’ muito complicado

    Sabichão traiçoeiro, sim, fiteiro e presumido. Pedante mandrião, sim, fanfarrão e mentiroso. Alarve virulento, sim, fedorento e retorcido. Beberrão zangado, sim, azedado e venenoso. O que está dentro de ti há tantos anos descaído, alma vil, que nesta vida te mantém, apodrecido?

A minha leitura deste poema/simbiose, que podes guardar e/ou oferecer

Retroceder   ↔   Sugestão de leitura complementar