Um Conhecimento para a minha liberdade

No vídeo abaixo podes ver-me a dizer o poema, apreciar o movimento das letras do mote para formar novas palavras e ler a “simbiose” com calma. Aqui, o som da leitura, para guardar ou oferecer.

Pergunta (de um leitor imaginário) sobre este poema

Quem é este “Amigo’?… É Deus?

Eu não sei se é Deus, porque não sei o que é “Deus”! Todavia, estou convencido de que há Quem limpe a sujeira que a minha inconsciência me leva a fazer de vez em quando. Não me atrevo a dar-lhe um nome. Para mim, é um Amigo. Gosto de pensar que Ele que me dá “o que o que a paz desde sempre manifesta”. É por isso que, de vez em quando, escrevo assim